SEARA DA CIÊNCIA
CURIOSIDADES DA FÍSICA
José Maria Bassalo


Os Físicos e os Anagramas anunciadores de suas Descobertas. .

No Século 17, existia uma certa cautela entre os físicos quando se tratava de divulgar suas descobertas. Com efeito, o físico Robert Hooke (1635-1703) enunciou, em 1678, sua famosa lei relacionando a tensão com a deformação, sob a forma de um anagrama: ceiiinosssttuv, traduzido por ele somente em 1680: Ut tensio, sic vis, ou seja: Como a deformação, assim a força. Por sua vez, o físico e astrônomo italiano Galileu Galilei (1564-1642), freqüentemente, anunciava suas descobertas com o telescópio, também em forma de anagramas. Assim, quando observou Saturno em sua forma trigêmea, em 1610, escreveu o seguinte anagrama: Salve umbistineum geminatum Martia proles. Apesar do astrônomo alemão Johannes Kepler (1571-1630) lutar bravamente para decifrá-lo, não o conseguiu. Galileu entregou a solução dessa charada ao romano-austríaco Imperador Rodolfo II (1552-1612): Altissimum planetam tergeminum observavi, isto é: Observei o planeta mais alto (Saturno) em forma trigêmea. Quando Galileu descobriu as fases de Vênus, escreveu mais um anagrama: Haec immatura a me iam frusta legantur o y. Novamente, Kepler tentou decifrá-lo, sem êxito. Isso o levou a escrever uma carta a Galileu: Suplico-vos não nos esconder por muito tempo a solução. Deveis saber que estais tratando alemães honrados ... lembrai-vos do embaraço que me provoca o vosso silêncio. Somente mais tarde Galileu mandaria a solução desse anagrama a Giuliano de Medici, Embaixador da Toscana junto ao Sacro Império Romano, em Praga: Cynthiae figuras aemulatur mater amorum, ou seja: A mãe do amor (Vênus) emula as formas de Cíntia (Lua). O hábito de dificultar as descobertas, também foi usado pelo artista e inventor italiano Leonardo da Vinci (1452-1519) que escrevia suas descobertas de maneira invertida, de modo que se poderia ler somente através de um espelho. Por seu lado, o físico e matemático inglês Sir Isaac Newton (1642-1727) que, entre 1665 e 1666, inventou os fluxions (hoje, Cálculo Diferencial), os manteve como arma secreta. As descobertas que ele fez, principalmente, a famosa Lei da Gravitação Universal, eram comunicadas por intermédio da matemática convencional, que, à sua época, era basicamente a Geometria Euclidiana, como se pode ver em seu famoso livro Philosophiae Naturalis Principia Mathematica (Great Books of the Western World, Volume 32, Encyclopaedia Britannica, Inc., 1993). Registre-se que, hoje, os cientistas não usam mais anagramas, porém, o estilo é quase cifrado, pois raramente um não-especialista no assunto é capaz de tirar proveito do mesmo.