SEARA DA CIÊNCIA
CURIOSIDADES DA FÍSICA
José Maria Bassalo


Sociedade (“Société”) d´Arcueil

Sociedade (“Société”) d´Arcueil.

 

Em 1806, o físico e matemático francês Pierre-Simon, Marquês de Laplace (1749-1827) adquiriu, nos subúrbios de Paris, na região chamada d´Arcueil, uma propriedade que era vizinha da de seu colega e amigo, o químico francês, o Conde Claude-Louis Berthollet (1748-1822), comprada por este em 1801. Esses dois proeminentes cientistas franceses eram amigos do Imperador Napoleão Bonaparte (1769-1821). Berthollet, por exemplo, chegou a fazer parte da Expedição Egípcia levada a cabo por Napoleão, em 1799, e Laplace foi Ministro do Interior de Napoleão. Entre 1807 e 1813, eles reuniram, de maneira periódica, os mais célebres cientistas franceses: os químicos Louis-Jacques, Barão de Thénard (1777-1857), Joseph Louis Gay-Lussac (1778-1850) e Jean Antoine Claude Chaptal, Conde de Chanteloup (1756-1832); os físicos Jean-Baptiste Biot (1774-1862), Étienne Louis Malus (1775-1812), Pierre Louis Dulong (1785-1838), Jacques Étienne Bérard (1789-1859) e Dominique François Jean Arago (1786-1853); o matemático Siméon Denis Poisson (1781-1840); o mineralogista Hippolyte Victor Collet-Descotils (1773-1815); Amédée Barthélemy Berthollet (1780-1810), além do químico sueco Jöns Jacob, Barão Berzelius (1779-1848), do botânico suíço Augustin Pyramus De Candolle (1778-1815) e do explorador e naturalista alemão Friedrich Wilhelm Heinrich Alexander, Barão von Humboldt (1769-1859).

                   O primeiro trabalho na Société d´Arcueil foi lido por Gay-Lussac no dia 26 de fevereiro de 1807. A partir daí, os trabalhos apresentados pelos membros dessa Sociedade foram publicados nas famosas Mémoires de Physique et de Chimie de la Société d´Arcueil. Essas Memórias foram reunidas em três volumes e editadas em 1807, 1809 e 1817. Embora essa Sociedade tenha sido desativada em 1813, a falta de recursos da mesma fez com que o terceiro volume só fosse publicado em 1817. É interessante registrar que essa Sociedade possuía laboratórios para experiências físicas e químicas e que eram colocados à disposição de jovens estudantes. Registre-se, também, que importantes trabalhos foram discutidos nas reuniões dessa Sociedade, posteriormente publicados naquelas Memórias. Desses trabalhos, destacamos o de Malus, no qual anunciou a descoberta da polarização da luz e o de Laplace, que discutiu a dupla refração, ambos publicados no Volume 2, de 1809.