SEARA DA CIÊNCIA
CURIOSIDADES DA FÍSICA
José Maria Bassalo


Mendeleiev e a Tabela Periódica dos Elementos. .

A descoberta da Tabela Periódica dos Elementos realizada pelo químico russo Dmitri Ivanovich Mendeleiev (1834-1907), foi quase acidental. Em suas aulas como professor da Universidade de São Petersburgo, ele procurava explicar aos seus alunos, de uma maneira mais prática, as propriedades dos elementos químicos. Ele distribuía esses elementos químicos em cartões e os colocava em várias seqüências, até que encontrou a seqüência hoje universalmente conhecida. Essa sua tabela era iniciada pelo éter luminífero, seguida do hidrogênio. No dia 01 de março de 1869, ele a imprimiu separadamente, incorporando-a depois, na segunda edição de seu clássico livro intitulado Princípios de Química. No entanto, no livro Um Sentido do Futuro (Editora Universidade de Brasília, s/d), do matemático e escritor polonês (naturalizado inglês) Jacob Bronowski (1908-1974), há a seguinte afirmação: Se Mendeleiev soubesse localizar o hélio de maneira correta, ele não teria conseguido ajustar seus cartões na seqüência apropriada. É oportuno registrar que, em 1868, os astrônomos, o inglês Sir Joseph Norman Lockyer (1836-1920) e o francês Pierre Jules César Janssen (1824-1907), independentemente, descobriram a presença do hélio na atmosfera do Sol, ao combinar estudos espectroscópicos e fotográficos das manchas e protuberâncias solares. Lockyer deu o nome de hélio, porque o Sol, em grego, é chamado de helium. Registre-se, também, que esse elemento só foi encontrado na Terra, em 1895, pelo químico escocês Sir William Ramsay (1852-1916; PNQ, 1904).