SEARA DA CIÊNCIA
CURIOSIDADES DA FÍSICA
José Maria Bassalo


O prestígio científico de Berzelius.
O químico sueco Jöns Jakob Berzelius (1779-1848) propôs, em 1814, a nomenclatura moderna dos elementos químicos, usando as primeiras letras de seus nomes grego ou latino, como, por exemplo: cobre - Cu (Cuprum, latino); ouro - Au (Aurum, latino); magnésio - Mg (Magnese, grego); fósforo - P (Phosphorus, grego); etc. Além dessa contribuição à Química, Berzelius descobriu os seguintes elementos químicos: selênio (Se), em 1817 (nome dado para homenagear a Lua, pois em latim, ela se chama Sellenius), e, em 1828, o tório (Th), nome dado para homenagear o deus nórdico Thor. Em 1818, ele deu o nome de lítio (Li) (do grego Lithos, que significa "pedra") ao elemento químico descoberto por seu aluno, o químico sueco Johan August Arfwedson (1792-1841), que o havia feito sua descoberta no ano anterior. Um outro aluno de Berzelius, o químico sueco Nils Sefström (1787-1845), descobriu o vanádio (V), ao qual deu-lhe esse nome para homenagear a deusa nórdica do amor e da beleza, Vanadis (ou Freia), em 1831. É oportuno registrar que esse elemento químico havia sido descoberto pelo mineralogista espanhol Andrés Del Rio (1764-1849), em 1801. Ele havia dado o nome de "eritrônio", mas foi convencido por outros químicos de que não tinha descoberto nenhum novo elemento. Graças a seus trabalhos em Química, Berzelius gozava de um grande prestígio em Estocolmo, cidade onde vivia, conforme se pode ver no episódio que aconteceu quando seu amigo e ex-aluno, o químico alemão Friedrich Wöhler (1800-1882) - o sintetizador da uréia, em 1828 - foi-lhe fazer uma visita naquela cidade sueca. Para isso, Wöhler tomou um veleiro que o levou de Lübeck até onde se encontrava Berzelius. Ao desembarcar, o comandante do forte Dalaro, recusou-se a receber qualquer pagamento, pois tinha da Ciência e de Berzelius um respeito demasiado alto que o impedia de aceitar algo de alguém que fizesse uma viagem tão longa por causa de seus estudos científicos e por visitar tão ilustre cientista.