CURIOSIDADES DA FÍSICA
José Maria Filardo Bassalo
www.bassalo.com.br

Einstein e a Ópera Einstein on the Beach.

 

Em verbete desta série, vimos que o físico germano-suíço-norte-americano Albert Einstein (1879-1955; PNF, 1921) gostava muito de música, pois começou a estudar violino, em 1885, quando tinha 6 anos de idade, tendo sua mãe [Pauline Koch (1858-1920)] como sua professora. Depois, por intermédio de um professor, continuou estudando, diariamente, até aos 14 anos. Durante esse aprendizado, ele sempre rejeitava as normas mecânicas que esse seu professor usava como sendo supostamente didáticas. Contudo, foi somente aos 13 anos que ele realmente se interessou em estudar violino quando “caiu de amor” pelas sonatas dos compositores, o austríaco Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) e o alemão Ludwig von Beethoven (1770-1827), que as tocava acompanhado por sua mãe ao piano. A partir daí, o violino passou a ser a sua grande paixão que, frequentemente, tocava para acalmar seus filhos Hans Albert (1904-1973) e Eduard (1910-1965), sozinho ou acompanhando um quarteto de cordas. Ele também tocava violino em reuniões com amigos, dentre as quais destacamos o casal real belga, o Rei Alberto I (1875-1934) e a Rainha Elisabeth [Elizabeth Gabriela Valéria Maria (1876-1965)], ocasião em Einstein passou a tarde tocando Mozart com ela, tomando chá e tentando lhe explicar a relatividade. É interessante registrar que Einstein, além de tocar violino, também opinava sobre grandes músicos e suas composições, como se pode ver em: Helen Dukas e Banesh Hoffmann (Organizadores), Albert Einstein: O Lado Humano (EDUnB, 1984).

                   Certamente foi esse gosto de Einstein pela música que levou os compositores norte-americanos Philip Morris Glass (n.1937) e Robert Wilson (n.1941) (também produtor teatral) a escreveram, em 1975, uma ópera com o título de Einstein on the Beach e que foi encenada pela primeira vez, em 25 de julho de 1976, no Avignon Festival, na França. [João Paulo André, Química Cantada, Ciência Hoje 51 (304), p. 6 (junho, 2013); en.wikipedia.org/Philip_Glass; Robert_Wilson.]