SEARA DA CIÊNCIA
CURIOSIDADES DA FÍSICA
José Maria Bassalo


Luminescência. .
Embora pareçam diferentes, os fenômenos da fluorescência e da fosforescência são, na realidade, aspectos de um único fenômeno: a luminescência, que é a re-emissão de radiação luminosa por parte de alguns corpos quando iluminados por radiação eletromagnética. Eles diferem, apenas, no tempo que levam para re-emitirem a radiação recebida. No caso da fluorescência, o tempo entre a incidência e a re-emissão é da ordem de 10-8 s; no caso da fosforescência, esse tempo varia entre 10-3 s, dias ou mesmo anos, dependendo das circunstâncias. Registre-se que esse nome foi dado ao ser observada uma luminescência permanente do elemento químico fósforo (P). Segundo nos contam o matemático inglês Sir Edmund Taylor Whittaker (1873-1956) no livro intitulado A History of the Theories of Aether and Electricity: The Classical Theories (Thomas Nelson and Sons Ltd., 1951) e o físico brasileiro Fernando de Souza Barros (n.1929), na Ciência Hoje 1, p. 50 (1982), a primeira observação de um fenômeno fosforescente foi realizada pelo sapateiro-alquimista italiano Vincenzo Cascariolo (1571-1624), ao observar, por volta de 1630, a existência de uma luz persistente azul-púrpura nos resíduos de queima de um minério conhecido como barita (sulfato de bário: BaSO4). Ele encontrou esse minério no Monte Paderno, perto de Bolonha, o qual denominou de lápis solaris (palavra latina que significa "pedra solar"). Esse minério ficou mais tarde conhecido como pedra de Bolonha ou fósforo de Bolonha. Por sua vez, em 1852 (Philosophical Transactions of the Royal Society, p. 463), o matemático e físico inglês Sir George Gabriel Stokes (1819-1903) observou que a fluorita (fluoreto de cálcio: CaF2 emitia luz violeta quando iluminada com radiação ultravioleta. A esse novo fenômeno físico, Stokes deu o nome de fluorescência. É oportuno notar que ao interpretar esse novo fenômeno físico, Stokes demonstrou que a radiação ultravioleta poderia ser refletida, refratada, interferida e polarizada.