SEARA DA CIÊNCIA

ALBERT EINSTEIN

Albert Einstein nasceu na Alemanha, no dia 14 de Março de 1879. Depois que sua família mudou-se para a Itália, Albert continuou sua educação na Suíça, entrando no curso de licenciatura da Escola Politécnica de Zurique. Em 1901, obteve cidadania suíça, mas, não tendo sido aceito como professor conformou-se com um emprego como assistente técnico no Bureau de Patentes da Suíça. Foi durante o tempo em que ocupou esse serviço que desenvolveu seus primeiros trabalhos em Física. Alguns deles, publicados em 1905, desencadearam uma verdadeira revolução nos conceitos físicos. O ano de 1905, por essa razão, é chamado de "ano milagroso de Einstein".

Um desses trabalhos, sobre o efeito fotoelétrico, deu-lhe o Prêmio Nobel de Física de 1921.

Outro desses trabalhos tratava sobre a "Eletrodinâmica dos corpos em movimento" e introduziu a relatividade restrita (ou "especial") onde Einstein mostrava os efeitos de se considerar a velocidade da luz como constante independente do estado de movimento dos sistemas. Com essas publicações, Einstein alcançou grande prestígio e mudou-se para Berlim como diretor do Instituto de Física. Em 1914, voltou a ter cidadania alemã. Em 1915, apresentou sua teoria da relatividade geral, onde explica os efeitos gravitacionais como resultado de encurvamentos no espaçotempo. Essa teoria foi comprovada em 1919, em um eclipse observado em Sobral, Ceará. Esse feito transformou Einstein em figura pública de enorme evidência, sendo saudado como um dos maiores cientistas da história.

Com o advento do nazismo na Alemanha, Einstein emigrou para os Estados Unidos em 1933 e tornou-se cidadão americano em 1940, ocupando o cargo de professor no Instituto de Estudos Avançados de Princeton até sua morte, em 18 de abril de 1955. Durante a guerra, juntou-se a colegas físicos para pressionar o governo americano a dar início à construção de uma bomba atômica. Com isso, foi montado o chamado "Projeto Manhatan", que resultou nas duas bombas lançadas sobre o Japão.

O vídeo sobre Einstein nessa coleão intitulada Imortais da Ciência está disponível em outra seção da página da Seara.