SEARA DA CIÊNCIA

FCO. DE ABREU MATOS

Nasceu em Fortaleza, em 21 de maio de 1924.

Formado Farmacêutico-Químico em 1945 pela Universidade do Ceará (atual Universidade Federal do Ceará – UFC). Foi Professor de Farmacognosia na Faculdade de Farmácia e Odontologia, de 1951 a 1970. Em 1960 doutorou-se em Farmacognosia passando a ocupar o cargo de Professor Titular nesse mesmo ano. Transferiu-se para o Departamento de Química Orgânica onde atuou na Graduação e Pós-graduação de 1971 a 1980, quando aposentou-se. Mas não parou de trabalhar e vem dando numerosas contribuições para o conhecimento e confirmação científica das propriedades farmacológicas das plantas medicinais utilizadas popularmente.

Foi declarado Professor Emérito da UFC em 1983. Foi Diretor do Centro de Ciências da UFC e Diretor do Laboratório de Produtos Naturais de 1995 a 1997. Criou o Projeto Farmácias Vivas em 1983 que incentiva a instalação de hortas nas comunidades e promove a orientação para o uso correto das plantas medicinais brasileiras. É Coordenador e Assessor desse programa na Prefeitura Municipal de Fortaleza. Em sua homenagem a Prefeitura de Fortaleza promulgou em 1994 o Dia da Planta Medicinal ( 21 de maio), data de seu aniversário.

Publicou 8 livros sobre plantas medicinais, 153 artigos científicos e 409 comunicações em congressos.

É detentor de várias honrarias no Ceará e outros Estados e membro de várias Sociedades Científicas, no Brasil e no Exterior, entre elas a Sociedade Brasileira de Botânica e a Academia Nacional de Farmácia de Paris.

Em 2004, foi homenageado pelos seus 80 anos e com a Medalha Reitor Martins Filho, no Cinquentenário da UFC.