SEARA DA CIÊNCIA

Use esse espaço para tocar ideias sobre técnicas e estratégias para animar uma aula ou despertar o interesse e a criatividade de seus alunos. Envie suas sugestões usando o endereço de correio abaixo. Escreva as palavras "Trocas e Truques" no campo de Assunto.                              

O truque é fazer um teste por semana.

Sou professor de química e dou três aulas por semana para uma turma de minha escola. O usual é fazer uma prova por mês, mas, de uns tempos para cá resolvi fazer um teste por semana cobrindo principalmente a matéria que foi vista nas duas aulas anteriores. Verifiquei que com esse método melhorou bastante o desempenho de meus alunos. Acho que isso se deve a dois motivos: primeiro, a matéria de cada prova é mais limitada; segundo, ainda está viva na memória da turma. Por outro lado, com um grande número de notas durante o semestre, os alunos têm mais chance de recuperar alguma nota baixa que tiraram por qualquer motivo. A média final poderá representar melhor o que cada aluno conseguiu aprender.
Prof. Luiz Carneiro - Escola Estadual Madre Tereza


Faço enquetes periódicas com meus alunos.

Não sei se isso funciona em qualquer turma, mas, costumo fazer enquetes com meus alunos para ajustar minhas aulas ao aprendizado deles. Pergunto coisas como: "Estamos indo devagar demais, ligeiro demais ou normal?" - ou - "Precisamos resolver mais exercícios em classe?" - ou - "Como proceder quando um colega está atrapalhando uma aula?" Acho que desse modo os alunos sentem que participam mais ativamente do processo e, podem acreditar, muitas das respostas são ótimas para melhorar meu desempenho em sala de aula. Só uma coisa: antes de cada enquete eu aviso que não serei obrigada a fazer o que a maioria disser, pois no final a responsável pelo aprendizado da turma sou eu. Democracia é bom mas tem limites.
Profa. Jandira Brandão - Campo Maior - PI


Lista final de 100 questões.

Essa técnica eu aprendi com meu professor de física na faculdade. No último mês de cada semestre ele distribuia uma lista com 100 questões sem respostas cobrindo toda a matéria vista no período. E avisava que 40% da prova final seria composta por algumas daquelas questões. Portanto, quem garantisse saber resolver essas 100 questões já estaria com nota para passar. Eu achava isso muito bom pois a lista servia de roteiro para me preparar para a prova e aliviava bastante a tensão no dia do exame pois me sentia seguro. É claro que essa técnica vale não apenas para física mas para qualquer disciplina. Estou usando com minhas turmas e os alunos aprovam sem nenhuma reclamação. Pelo contrário, quando o semestre vai chegando perto do fim eles já me pedem para preparar a lista para terem tempo suficiente de resolver as questões.
Prof. Humberto Garcia - Colégio Nossa Senhora Aparecida - Belo Horizonte - MG


O truque é chamar a mamãe.

Minha turma é do fundamental, tem 35 alunos e era meio bagunceira. Ainda é, mas já está bem mais comportada. Inicialmente, pensei em me queixar com os pais dos alunos mais indisciplinados, mas, depois resolvi tentar outra coisa. A cada semana convido os pais de algum dos alunos a assistir pelo menos uma aula junto com a turma. Eu aviso primeiro e quando os pais chegam peço que os alunos recebam com uma salva de palmas. As aulas que tem pais na sala são uma maravilha. Todos em silêncio, mostrando interesse. Mas, nas aulas normais a situação melhorou também. Não sei explicar porque mas funcionou, pelo menos um pouco. Agora, a visita semanal dos pais de algum aluno já é rotina. Em geral, vem só a mãe, às vezes vem os dois, raramente vem só o pai. Depois, eu converso com eles e pergunto o que acharam, se tem alguma sugestão ou reclamação, etc.
Profa. Lúcia Costa - Escola municipal Dom Joaquim.


Compartilhe suas experiências com os colegas e mande sua contribuição. Pode incluir figuras e fotos.
Essa seção será atualizada com frequência.

Truques simples para animar
suas aulas de ciências.

O Prof. Cleuton Freire, da Seara da Ciência, gosta de apresentar uma série de experimentos simples para uso em sala de aula que prendem a atenção e provocam a curiosidade dos estudantes. Nessa seção, mostraremos algumas dessas experiências, acrescentando novas periodiamente.

Volumes e áreas que podem se confundir.

Nessa demonstração, a questão é: passando o vinho de uma taça para outra, quanto sobra na taça? Muito, pouco ou nada? Faça o teste para ver. EXPLICAÇÃO.

Uma questão de pressão e volume.

Esse experimento está em nossa seção de QUESTÕES. Duas bolas de aniversário estão ligadas por um tubo, uma mais cheia de ar que a outra. O professor pressiona o tubo para impedir que o ar passe de uma bola para a outra e pergunta: quando eu liberar o tubo, o que acontece? Passa ar da bola maior para a menor ou o contrário? EXPLICAÇÃO.

Ilustrando o efeito de uma talha.

Uma talha é um aparelho simples que dilui a força necessária para se deslocar alguma coisa. Dois estudantes seguram barras por onde passam algumas voltas de um cordão grosso. O Prof. Cleuton segura uma ponta e consegue puxar os dois estudantes sem muito esforço. EXPLICAÇÃO.